São Luís completa 20 anos como cidade Patrimônio da Humanidade

Turismo 06/12/2017 09:40:00

Título foi concedido pela Unesco, órgão da ONU. Centro Histórico da capital reúne cerca  de 3.000 imóveis tombados pelo patrimônio histórico estadual e 1.400, pelo Iphan; arte desse sítio foi declarada Patrimônio Mundial em 1997. 

Cidade onde o sol brilha o ano todo e a cultura popular pulsa forte na veia de seus habitantes, São Luís, completa 20 anos como cidade Patrimônio Cultural da Humanidade nesta quarta-feira (6). O título foi concedido pela Unesco, órgão da ONU para a educação, ciência e cultura.

Com mais de 3 mil imóveis tombados em uma área que compreende 220 hectares de extensão em São Luís, o Centro Histórico, principal cartão postal de São Luís e roteiro tradicional de quem visita e mora na cidade, foi tombado pelo Iphan em 1974 e reconhecido como Patrimônio Cultural Mundial, em 1997, pela Unesco. Reúne mais de três mil imóveis que, remanescentes dos séculos XVIII e XIX, possuem proteção estadual e federal. A arquitetura histórica de São Luís, por meio do aproveitamento máximo da sombra e da ventilação marítima, prima pela adequação ao clima.

Entre as edificações históricas a serem destacadas do conjunto do Centro Histórico, encontram-se o Palácio dos Leões (sede do governo do estado), o Palácio de La Ravardière (sede da prefeitura), a Catedral de São Luís, o Palácio Episcopal, o Convento do Carmo, o Convento das Mercês, a Casa das Tulhas, as igrejas do Rosário e do Desterro, a Casa das Minas, das Fontes e das Pedras, o Teatro Artur Azevedo e muitos outros. 

TOMBAMENTO
O título concedido a São Luís só foi possível graças a um trabalho extenso. Foram necessários dois anos para se reunir em dossiê todos os documentos, e outras requisições da Unesco.

Na candidatura, São Luís se destacou por uma peculiaridade que garantiu sucesso no quesito autenticidade. A capital, que foi fundada por franceses em 1612, tem um traçado urbano diferente de tudo aquilo que existia até então. É a única cidade colonizada por portugueses com influência clara e determinante dos espanhóis.

A Unesco levou em consideração de modo fundamental a preservação da cidade antiga. Atualmente, o Brasil tem 20 sítios considerados patrimônios mundiais da humanidade pela Unesco. Criado em 2013, o PAC das Cidades Históricas contempla 44 cidades de 20 estados. O investimento da ordem de R$ 1,6 bilhão é destinado a 425 obras de restauração de edifícios e espaços públicos.

Em São Luís, foi destinado um total de R$ 134 milhões, além de recursos oriundos de outros programas federais, para reformas em prédios históricos da capital maranhense, como o Museu de Gastronomia, que fica na esquina da Rua de Nazaré com a Rua da Estrela. A obra foi anunciada em julho pela Prefeitura de São Luís com custo previsto para R$ 837 mil, oriundos do Programa de Turismo do Brasil, do Ministério do Turismo, ainda no governo Lula, e da prefeitura de São Luís. 

Hoje, 20 anos depois da concessão do título, com todos esses atrativos, São Luís é e sempre será o destino certo para quem procura sol, mar, cultura, história e belas paisagens para guardar na memória, motivos não faltam para visitar sempre a Ilha dos Amores!   
 

COMENTÁRIOS ()