Lançado a 14º Agritec em Cururupu

Meio Ambiente 09/11/2017 09:29:00

O Governo do Estado, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, lançou a 14° edição da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), no município de Cururupu. A solenidade aconteceu na segunda-feira (06), no Centro de Convenções, com a presença de representantes de vários municípios da região da Baixada Maranhense. A Agritec de Cururupu acontecerá de 07 a 09 de dezembro.

O Sistema de Agricultura Familiar, Sistema SAF, é formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

O objetivo da feira, que é territorial, é levar conhecimentos por meio de programação com oficinas, minicursos, palestras, seminários, com apresentação de diversas tecnologias para incrementar a produção da agricultura familiar. 

A região da Baixada Maranhense é reconhecida pela presença de povos e comunidades quilombolas e pela prática produção extrativista, pesca e agricultura e esses aspectos serão enfatizados na feira.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a realização das Agritecs é um dos eixos do desenvolvimento da agricultura familiar do Maranhão pois difunde conhecimento. “Temos capacitações, treinamentos, transferências de tecnologias, com o espaço tecnológico e de comercialização”, afirmou. 

O secretário explicou que o agricultor, por meio das feiras, tem a oportunidade de conhecer novas experiências e tem acesso ao crédito. “Enfim, com todos esses benefícios, os agricultores da Baixada Maranhense não poderia ficar de fora. Tenho certeza que será uma oportunidade ímpar para os agricultores familiares da região”, afirmou.

O presidente do Quilombo Ceará, de Cururupu, Nelson Pires, enfatizou que a Agritec contribui com o desenvolvimento da Baixada e, principalmente, fomenta o conhecimento ao produtor rural. “A gente ganha conhecimento que é, justamente, o que as comunidades estão precisando, principalmente, na área da produção de alimentos na agricultura, que é a atividade que mais trabalhamos", afirmou. Ele disse que é preciso usar a tecnologia para ampliar a produção e evitar desperdícios.

A prefeitura de Cururupu é parceira na realização da Agritec. A prefeita do município, Rosária de Fátima Chaves (Professora Rosinha), disse que a Agritec é um evento esperado com muita expectativa. “Vamos encerrar a última Agritec deste ano com chave de ouro. Contamos com a participação dos 19 municípios que compõe o território e esperamos realizar um intercâmbio de produtos, culturas e muito conhecimento para desenvolver nossa economia”, declarou.

A diretora de assistência técnica da Agerp, Vera Costa, explicou que, para o pequeno agricultor, acesso a variadas tecnologias de baixo custo possibilita melhoria de sua produção. “Chegamos ao fim do ano com a nossa 14º Agritec. Essa é uma proposta que veio para ficar, que leva conhecimento ao agricultor e desenvolvimento do setor rural, facilitando o acesso às tecnologias de baixo custo gerando renda para o agricultor familiar do Estado”.

O evento contou com a presença  de representantes do quilombo Ceará, secretário adjunto da SAF, Chico Sales; o diretor de Recursos Fundiárias do Iterma, Paulo Sérgio; a coordenadora da Agritec, Marilene Bandeira; o gestor Regional da Agerp de Pinheiro, Alexandre Frazão; a secretária de Agricultura de Cururupu, Nana Chaves; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), Mariano Rodrigues; o coordenador dos Escritórios Regionais da Agerp, Aldean Cavalcante, representantes de movimentos de agricultores e lideranças políticas.

COMENTÁRIOS ()